PF ouve nesta quinta (20) presidente de partido acusado de desviar R$ 36 milhões

Rodolfo Teles
By Rodolfo Teles 2 Min Read

Eurípedes Jr. será ouvido a partir das 10h na sede da corporação em Brasília

O presidente do Solidariedade, Eurípedes Júnior, que se entregou à Polícia Federal no último fim de semana, vai prestar depoimento à Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (20).

A PF marcou o depoimento para 10h, em Brasília. Eurípedes será escoltado do Complexo da Papuda, onde está preso, até o prédio da superintendência da corporação no Distrito Federal.

Eurípedes Jr. é acusado de desviar cerca de R$ 36 milhões do fundo partidário nas eleições de 2022.

As investigações começaram a partir de uma denúncia feita por um ex-dirigente do antigo Partido Republicano da Ordem Social (PROS), que hoje carrega o nome de Solidariedade.

As revelações levaram a PF a desencadear a Operação Fundo do Poço, que prendeu sete pessoas ligadas ao partido, entre elas a tesoureira da legenda.

Na última quarta-feira (12), Eurípedes foi considerado foragido pela PF. Agentes foram à casa dele e ao aeroporto, em Brasília, além de endereços em Goiás.

No sábado, o dirigente se entregou à polícia e solicitou licença da presidência do Solidariedade por tempo indeterminado.

O comando da legenda foi assumido pelo deputado federal Paulinho da Força (SP).

Compartilhe